sábado, 26 de março de 2011

Eu quero aprender Português


Para quê sonhar?
Sonhar ser escritor se escrevo todo dia.
Sonhar ser o que sou o dia todo,
Mesmo sem escrever estou escrevendo
Ou no mínimo pensando em que.
E que se dane se ninguém ler.
E que se dane se ninguém gostar.
E que se dane se for ruim.
E que se dane também se for bom.
Que se dane!
O sonho é meu e a vida...
A vida não.
Essa é Dele.

Para que sonhar?
Sonhar ser poeta. 
Até para orar fico fazendo rimas.
Dessas sei que Ele gosta,
A mim só importa o que Ele gosta
Mas ainda não sei fazer tudo
Para Ele não conto mentira,
Nem que quisesse, Ele saberia.

Para que sonhar?
Sonhar fazer o que faço o tempo todo?

Escrevo sem vontade (Mentira, eu sempre tenho)
Escrevo sem pensar (Mentira, eu penso demais)
Escrevo sem querer (Mentira, eu sempre quero)
Escrevo sem saber (Mentira, eu sei um pouco)
Escrevo sem rimar (Mentira, eu rimo às vezes)
Escrevo sem ler (Mentira, eu leio).
Escrevo até contando uma história que não é história de nada.

Para que sonhar?
Ser o que faço já é meu sonho.

Meu sonho mesmo é ser pianista.
Mentira!
Meu sonho mesmo é aprender Português
Para parar com essa brincadeira de escrever
Sem saber em que Língua escrevo.

Seguir por Email