quinta-feira, 2 de junho de 2011

Resolveram chamar mulher de poeta

Onde ela está?

Em uma resolução
Doida, doída e estúpida.

Eliminar do meu vocabulário
A palavra mais bela do dicionário?

Não consigo imaginar
Mulher poeta
Tem que ser poetisa!

Não concebo,
Não aceito
E não gosto.

Nem me perguntaram nada.
E a Minha Língua?

Posso escrever errado
Não entender o que leio
Nem saber da pessoa
Nem do verbo.

Agora é que não entendo mais nada.

Onde é que está minha palavra preferida?

Ela é mágica
Profunda
De um gênero a parte
Não tem sexo
Só nexo.
Sentimento anexo.
Enorme amplexo.

É da alma,
Da divindade,
Da essência da própria poesia.

Acabaram comigo,
Tornaram-me um defunto,
Antes fosse um morto vivo como sempre,
Enterraram-me com elas todas:
As poetisas e suas lindas poesias e a sublime palavra.

Seguir por Email