terça-feira, 21 de agosto de 2012

De olhos fechados



Cerro as pálpebras na tentativa de impedir
Que coisas encontrem meus olhos
Abro as mãos na esperança de um toque
Que se conecte aos meus anseios

Fecho os braços e agarro o vazio

Seguir por Email