domingo, 26 de junho de 2011

Minha inspiração

Minha inspiração tem nome
De musa, linda e feminina

Minha inspiração tem hora marcada
De madrugada
À tarde
De manhã
À noite
No trabalho
No espelho
No banheiro
No lugar
A hora que chega

Minha inspiração tem rosto
Desgosto
Muito gosto
Vocativo
De mulher
Aposto

Minha inspiração tem motivo
Sedução
Amor
Nunca paixão
Nunca vergonha
Sempre ridículo

Minha inspiração tem sabor
Doce
Amargo
A hora que chega
Pego e não largo

Minha inspiração tem regra
Discordância
Incoerência
Inconsistência
Paradoxo
Rima ausente
Vontade a vontade

Minha inspiração tem sobrenome
Dicionário
Gramática
Sintática
Raciocínio
Outros poetas, poetisas, cronistas, contistas

Minha inspiração tem personalidade
Fraca
Insegura
Sofismável
Revoltada
Inefável
Indefinida
Distorcida
Multifacetada

Minha inspiração não existe em liberdade
É feita prisioneira
Em minha vontade
E insanidade
De querer escrever compulsivamente
Sem precisar
Sem necessidade
Desde que sempre o resultado seja...

UM ABSURDO!!!

Minha inspiração responde sempre a chamada:
--Ausente!

Seguir por Email