segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Minha cruz

Um lado meu crê na ressurreição
O outro lado da cruz diz-me : Não!
Vejo no que transformaram o amor do qual falou
E desejo crer na ressurreição e assunção
Pois se tivesse sido sepultado
Daria voltas no túmulo ao ver o que fizeram
Com o amor que pregou


Foi pregado!


Se ressuscitado ou não
A mim tanto faz
Eu creio mesmo no que falou
E não no espetáculo em que transformaram seu nascimento
Ou até mesmo morte
Se eterno ou não
Não interessa-me saber
Apenas CRER é-me simples e solução

Seguir por Email