quarta-feira, 13 de abril de 2011

Tom Zé

Que alegria
Abrir o jornal
E te ver numa foto

A beira
Da banheira vazia, sem camisa
Com uma toalha vermelha na cintura
Segurando um guarda chuva aberto também vermelho
Ensaiando um mergulho.

Arrancou-me uma gargalhada

Que alegria logo cedo
Você iluminou meu dia
Você nem sabia
Que isso aconteceria

Só você
Que sofre de juventude
É capaz de ser eternamente brilhante
E de fazer-me brilhar
Mesmo que só por um instante.

Essa juventude de setenta e poucos
Que me encanta e me resolve.

Seguir por Email